Save the Date | Bárbara e Phelippe

 

Nas palavras do noivo, “nossa história é muito linda, parece até coisa de filme”. E ela começou a cerca de dois anos atrás, durante um projeto profissional, quando ambos  trabalharam na mesma equipe durante um tempo.

Com o cotidiano, veio um café ali, uma dúvida do projeto aqui, sentar para discutir o trabalho e assim partiam para conversas sobre a vida… Uma amizade floresceu.

Mas, eles eram de mundos um pouco diferentes… Phelippe era um rapaz mais festeiro, gostava de curtir a vida. Já Bárbara é uma moça mais tranquila, séria e religiosa!

A amizade foi ficando mais forte e a irmã de Phelippe começou a incentivar a união do casal. Ele deu o primeiro passo e a chamou para sair. Adivinha onde ela quis o primeiro encontro? Na igreja! E, é claro, que ele estava interessado nela e iria onde a noivinha quisesse!

Assistiram o culto, conversaram bastante e na volta para a casa, dentro do carro, Phelippe roubou-lhe um beijo!

Bom, mas esse foi apenas o ponta pé inicial da jornada!

Os dias passaram a vir mais doces, repletos de açúcar e paixão no ar…

Como ainda trabalhavam juntos em um contrato, mantiveram sigilo na empresa. Phelippe descreveu bem essa experiência: “Vocês pensam que foi fácil?! Não foi não! Porque você trabalhar com um monte de urubus carniça, um monte de lobo que viam uma princesa dessas passar, depois ficavam comentando sobre ela na minha frente!” . Imaginem só?? Tadinho!

Todos os dias eram trocas de olhares, risadinhas de lado e suspiros.

As famílias já estavam apresentadas e o contrato foi finalizado, assim, assumiram o namoro.

O amor construiu-se e as vidas totalmente diferentes de cada um ficaram para trás. Assim, deu lugar a vida a dois que tornou-se um livro em branco e que está a cada dia sendo escrito com a história leve e única deles.

Phelippe percebeu, então, que Bárbara era a mulher de sua vida. Juntamente com sua sogra, ele aproveitou que a namorada estava fora de casa e “invadiu” o quarto dela e preparou a surpresa. A noite, quando a noivinha foi se deitar para dormir, ela apagou as luzes do quarto e no teto estava escrito “Quer se casar comigo?”. Ela ficou super emocionada e me contando sobre o pedido disse: “todos os dias na hora de dormir sou pedida em casamento“.

Me encantei com o jeito simples e brincalhão dos dois. Fomos tão tranqüilos até a Barra do Jucu, procuramos por cenários rústicos e interessantes, e, é claro, o mar que ambos tanto adoram!

Eles não foram para um ensaio fotográfico, foram para um passeio a dois. É perceptível nas fotos que eles curtiram o momento, exploraram o bairro e brincaram como crianças.

O que sempre digo aos casais que fotografo:

Não sou eu que faz a beleza da foto, mas sim os sentimentos reais de vocês.

Parabéns Bárbara e Phelippe, pelo amor inocente e verdadeiro de vocês, foi uma inspiração fotografá-los em seu Save the Date.

 

Lais Lorenzoni

 

foto-82

foto-72

foto-95-Recuperado

foto-99

foto-114

foto-124

foto-189-Recuperado

foto-201

foto-214

foto-220

foto-250

foto-129

foto-36

foto-290

foto-43

foto-309

foto-313

foto-319

foto-324

foto-334

foto-348

foto-356

foto-364

foto-393

foto-398

foto-401

foto-12

foto-407

foto-411

foto-419

foto-425

foto-444

foto-422

 

foto-477

foto-488

foto-491

foto-508

foto-511

 

 

 

Uma resposta para “Save the Date | Bárbara e Phelippe”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *